O sertão

por aderaldo

O Brasil nasceu no Nordeste. No litoral. É no sertão, todavia, que o Brasil sobrevive. É no Sertão, na seca e amaldiçoada terra do sertão, que o Brasil se firma.

Lá a vida é o mandacaru, o juazeiro.
É a pedra-de-fogo e os lajedos perenes na poeira do tempo que não passa.
Lá, naquelas paragens acariciadas pela mão rude da seca,
fincou-se o pau da bandeira
e cravou-se o tronco da cruz nas costas dos homens.

Aqueles que chegam ao sertão, oriundos do barulho do mar de motores e gentes sonâmbulas, são atropelados pela descoberta mais fatal e o encontro mais terrível: consigo mesmo.

Indagar-se sobre si e sob si enlouquecer.

Afrânio Peixoto cai em si:

“O sertão é o recesso, é o íntimo do deserto…”.

Anúncios