Céu de chumbo sobre o Rio de Janeiro

por aderaldo


A doçura do meu céu:
algodão doce de chumbo;
Preso ao chão, marionete,
me esperneio e retumbo,
de asas não sei de asas,
sei das orelhas de Dumbo!

Anúncios