por aderaldo

Parodio, também, Jean Paulhan:

”O cordel também é uma linguagem e

(embora nem sempre seja visível)

uma festa para todo mundo,

para a qual todo o mundo é convidado.”

Anúncios